voltar

 

 

 

apresentação

Tudo que diz respeito ao livro e sua produção desperta o meu
interesse, desde a história do livro e da escrita, a caligrafia, a
tipografia, o projeto gráfico, a ilustração. Esse interesse permeia
minha produção em artes visuais e aparece de modos
diversos em meus trabalhos.

O trabalho inicia com uma investigação a respeito da linguagem
verbal em seu aspecto visual, a escrita, aqui entendida
como o conjunto de sinais que registram a linguagem. As formas
que a escrita pode assumir e os significados a ela associados,
dependendo do contexto em que aparecem, também
são investigadas. A partir de seus elementos mínimos constituintes,
como o ponto, a linha e a cor no plano, a escrita se
torna imagem.

A organização dos elementos na página constitui o que chamamos
de diagramação. Procuro desenvolver uma sintaxe
visual dos elementos constitutivos da linguagem gráfica, utilizando
para isso a geometria, forma, cor, textura, direção, ritmo,
espaço.

A aplicação de conhecimentos de tipografia é utilizada para
fazer livros de artista, considerando como elementos de composição
os contrastes de cor, tamanho, peso e estrutura da
letra.

Estes mesmos elementos de composição ganham uma nova
dimensão quando são inseridos em um livro. Esta dimensão,
percebida pela sucessão das páginas e pelo movimento dos
olhos ao manusear este objeto, é o tempo. A leitura é um aspecto
fundamental do trabalho, pois desencadeia os processos
associativos, de percepção e entendimento do livro. A leitura é
o que dá sentido ao texto e às imagens, e deste modo, considero
a imagem um texto que pede para ser lido.

As relações entre palavra e imagem e os aspectos gráficos da
escrita constituem a matéria dos meus livros. Fazem parte da
pesquisa as inúmeras formas de associação entre imagem e
escrita, da ilustração à legenda, do caligrama ao logotipo, da
pintura escrita à poesia visual, do cartaz às histórias em quadrinhos.