Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais

Novo Edital de Bolsas Pós-Doutorado (PNPD/CAPES) no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais
Tendo em vista o não preenchimento da vaga do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais junto ao PNPD/CAPES, está aberto novo período de inscrição. Interessados deverão atender as orientações do Edital 2 no período de 4 a 15 de dezembro de 2013.
Veja aqui o Edital de seleção.

Resultado de Bolsas de Pós-Doutorado (PNPD/CAPES)
Veja aqui o resultado da Seleção das Bolsas do Programa Nacional de Pós-Doutorado/CAPES junto aos Programas de Pós-Graduação do Instituto de Artes / UNICAMP.
Maiores informações no email atd.cpgia@iar.unicamp.br ou fone (19) 3521-6588 com Vivien.

 

SELEÇÃO PÓS-DOUTORADO JUNTO AO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES VISUAIS
Abertas inscrições para seleção para 1(um) bolsista de Pós-Doutorado, conforme Programa Nacional de Pós-Doutorado / CAPES, junto ao PPG Artes Visuais - UNICAMP. Conheça aqui o conteúdo do edital.

Proposta do Programa


O Programa de pós-graduação em Artes Visuais, aprovado com nota 4 pela CAPES em 2010 com os cursos de Mestrado - 88M e Doutorado - 106D, decorre de um processo natural de crescimento da área e da consequente necessidade de propor novas possibilidades de abordagem desta área de conhecimento, em especial a partir da constatação da enorme relevância e impacto em nível regional, estadual e nacional, que possui o Instituto de Artes e a Universidade Estadual de Campinas. Esta proposta é a consolidação da idéia desenvolvida no Instituto de Artes da UNICAMP de se criar um centro gerador de estudos em Artes Visuais que articule a reflexão crítica e teórica, e também a pesquisa e a prática na produção artística contemporânea. Consciente da necessidade de se abrirem os espaços de diálogo entre a arte e as diversas modalidades do conhecimento, o Programa de pós-graduação em Artes Visuais propõe-se a oferecer aos profissionais, docentes e pesquisadores em Artes Visuais uma formação que os qualifique a atuar de maneira crítica e abrangente, considerando tanto as práticas artísticas quanto a produção teórica como ações integradas ao pensamento artístico. Nesse sentido, o Programa objetiva investigar, em suas linhas de pesquisa, a criação em Artes Visuais no amplo aspecto de suas modalidades, enfatizando a articulação entre os códigos e os suportes numa perspectiva que envolve relações dialógicas e conceituais e abarca os processos contemporâneos de alargamento de limites e de hibridação. O Programa de pós-graduação em Artes Visuais surge a partir do desmembramento do antigo Programa de Pós-Graduação em Artes, formado por duas áreas de concentração, uma das quais dedicadas a estudos relacionados ao campo das artes visuais.

Descrição do Programa e Linhas de Pesquisa


Descrição do Programa


O Programa de pós-graduação em Artes Visuais da UNICAMP considera as relações entre a arte e suas diversas modalidades na dimensão contemporânea do espaço e do tempo, incorporando pesquisas que vão do campo teórico ao desenvolvimento de diferentes processos de criação, em áreas como as poéticas visuais bidimensionais, as novas tecnologias - incluindo-se aqui a fotografia, o vídeo e as experiências em rede -, os estudos nos campos ampliados da tridimensionalidade e suas relações com a arquitetura e a cidade, a história, a crítica e a teoria da arte, assim como a arte-educação. Leva em conta as perspectivas epistemológicas do debate atual, incorporando as modalidades tradicionais do fazer artístico, sem que haja uma distinção valorativa de suportes.

Objetivos do curso/perfil do profissional a ser formado



Ingresso


O ingresso ao curso de mestrado ou doutorado do programa em Artes Visuais se dará por meio de aprovação em processo seletivo. A inscrição para o processo seletivo será realizada somente pela internet e está estruturada de forma que o candidato encaminhe obrigatoriamente, além da ficha de inscrição e Proposta de Pesquisa (preenchimento on-line), documentos comprobatórios de conclusão de graduação, histórico escolar da graduação no caso de mestrado, histórico escolar da pós-graduação no caso de doutorado, Projeto de pesquisa, currículo, certificado(s) de proficiência em idioma estrangeiro (obrigatórios, 1 para mestrado, 2 para doutorado). O candidato também pode postar, em caráter opcional, os seguintes arquivos (em Material de suporte): portfólio, vídeo, artigos ou outros textos e links para trabalhos na internet.
 
O Projeto de pesquisa deverá conter não apenas uma descrição do objeto que será investigado, foco central gerador da pesquisa, mas também uma reflexão sobre o estado atual de conhecimento sobre o tema abordado, com revisão da bibliografia fundamental. Solicita-se do candidato uma estruturação do problema de forma a justificar a relevância da pesquisa no âmbito da universidade, principalmente quando se tratar de projeto prático, bem como sua inserção no âmbito das pesquisas realizadas na linha escolhida. Exige-se ainda que o projeto proposto apresente: hipóteses (item optativo para mestrado, obrigatório para doutorado); objetivos que descrevam de forma clara o que se pretende alcançar com a pesquisa; procedimentos metodológicos que explicitem os métodos e técnicas de investigação a serem adotados; cronograma e referências bibliográficas de acordo com as normas da ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas.


Requisitos para a Obtenção do Título


 
  1. Mestrado – 88M - As durações mínima e máxima para o curso de Mestrado são de 12 e 30 meses, respectivamente.
    Para obter o título de Mestre em Artes o aluno deverá:
    • Cumprir o total de 18 créditos em disciplinas assim discriminadas: Atividades Orientadas I – 3 créditos, Atividades Orientadas II – 3 créditos, Métodos e Técnicas de Pesquisa – 3 créditos, disciplina obrigatória da Linha de Pesquisa – 3 créditos, e 2 disciplinas eletivas – 6 créditos (cursadas no próprio programa, em outros programas de pós-graduação da UNICAMP, ou em outras IES desde que em PPG reconhecido pela CAPES);
    • Ser aprovado no exame de qualificação após o cumprimento de todos os créditos (recomenda-se que o exame de qualificação ocorra até o 3º semestre do curso);
    • Ser aprovado em defesa pública, após a entrega da dissertação.
  2. Doutorado – 106D - As durações mínima e máxima para o curso de Doutorado são de 24 e 54 meses, respectivamente.
    Para obter o título de Doutor em Artes, o aluno deverá:
    • Cumprir o total de 21 créditos em disciplinas assim discriminadas: Atividades Orientadas III – 3 créditos, Atividades Orientadas IV – 3 créditos, Atividades Orientadas V – 3 créditos, Métodos e Técnicas de Pesquisa – 3 créditos, disciplina obrigatória da Linha de Pesquisa – 3 créditos, e 2 disciplinas eletivas – 6 créditos (cursadas no próprio programa, em outros programas de pós-graduação da UNICAMP, ou em outras IES desde que em PPG reconhecido pela CAPES);
    • Ser aprovado no exame de qualificação após o cumprimento de todos os créditos (recomenda-se que o exame de qualificação ocorra até o 5º semestre do curso);
    • Ser aprovado em defesa pública, após a entrega da tese.

Sobre o trabalho final de Mestrado e Doutorado


Para a elaboração do trabalho final de Mestrado e Doutorado, respectivamente Dissertação e Tese, o programa proposto faz algumas ressalvas.
 
O mestrado em Artes Visuais tem dois principais objetivos: formar professores e dar subsídios para futuros pesquisadores no nível de doutorado. A dissertação de mestrado tem nestes dois pontos sua essência. No doutorado, o ineditismo e a originalidade, bem como a elaboração de hipóteses, colocadas a priori, são fundamentais para o desenvolvimento da pesquisa, determinando os objetivos e os procedimentos metodológicos. Mesmo no caso de trabalhos práticos, a dissertação ou tese deverá estar expressa pelo texto. É pelo discurso textual, de caráter crítico, que a reflexão sobre o objeto se revela e se consolida em conclusões. Serão exigidos domínio da temática e da abordagem proposta. A argumentação discursiva e a elucidação dos conceitos devem ser realizadas com clareza e profundidade.
 
O programa em Artes Visuais da UNICAMP reconhece a importância da práxis criativa no âmbito da pesquisa em artes, mas ressalta que o resultado direto dessa atividade não se configura na dissertação ou tese. Nosso programa entende como condição essencial para a elaboração da dissertação ou tese a tradução do conhecimento sensível em conhecimento discursivo; as reflexões e conclusões resultantes de sua análise devem ser objetivamente compartilhadas ao público na forma de texto. Desta maneira, o memorial que acompanhará todo trabalho prático não será apenas descritivo, mas analítico reflexivo. No caso do trabalho final de doutorado, as considerações conclusivas devem demonstrar a validade ou não das hipóteses anteriormente elucidadas no projeto. Nesse sentido, afirmamos que a atividade prática é aqui pensada como um meio e não como um fim em si mesmo, tal como pode vir a ocorrer na atividade artística realizada fora dos limites de pesquisa acadêmica na pós-graduação.


Estrutura Curricular


As disciplinas que compõem o programa em Artes Visuais equivalem a 3 créditos cada.
Estão abaixo discriminados por linhas de pesquisa, cursos - Mestrado (ME) e Doutorado (DO), e por categorias – Obrigatória (O) e Eletiva (E).

Disciplinas comuns a todas as Linhas de Pesquisa


Disciplina Ementa e bibliografia Categoria / curso
Métodos e Técnicas de Pesquisa A disciplina tem como objetivos discutir aspectos teóricos e realizar trabalhos práticos sobre os seguintes assuntos: método científico e técnicas de pesquisa, pesquisa científica, normas da ABNT, a linguagem científica, monografias (dissertação e tese), artigos, relatórios, realização de projetos, e método científico aplicado ao campo da pesquisa nas fronteiras da arte e da comunicação. O - ME
O - DO
Seminários de Pesquisa Esta disciplina dedica-se à apresentação e discussão dos projetos em andamento e à leitura de textos específicos, sugeridos pelo(s) docente(s) responsável(is). Aborda o campo artístico enquanto campo específico do conhecimento e visa ao debate reflexivo sobre os diferentes métodos empregados nas pesquisas em artes. E - ME
E - DO

Disciplinas comuns às Linhas de pesquisa 1 - Poéticas Visuais e Processos de Criação e 2 - Multimeios e Arte


Disciplina Ementa e bibliografia Categoria / curso
Laboratório I, II e III A disciplina de laboratório, a ser ministrada por pesquisadores-artistas, tem caráter de experimentação de linguagens e procedimentos em práticas bi ou tridimensionais, visando ao desenvolvimento e à orientação de uma poética expressiva em artes visuais numa perspectiva contemporânea. Sua bibliografia será proposta pelo(s) docente(s) responsável(eis), de acordo com as pesquisas por ele(s) desenvolvida(s). E - ME
E - DO

Disciplinas – Elencadas por Linha de Pesquisa


1 - Poéticas Visuais e Processos de Criação

Disciplina Ementa e bibliografia Categoria / curso
Imagem: meios e conhecimento Estudo dos elementos constitutivos da sintaxe visual e seus sistemas de representação, suas relações objetivas e subjetivas, considerando-se as interações e intersecções entre os elementos materiais e os dispositivos envolvidos na produção em artes visuais e sua recepção crítica. O - ME
O - DO
Imagem: construção e representação Investigação e reflexão sobre o fazer artístico a partir das relações entre procedimentos, linguagens e materiais. Estudo do processo de criação e reflexão sobre o processo de instauração da obra plástica. E - ME
E - DO
Tópicos Especiais: Cor - linguagem e informação Processos perceptivos e cognitivos relacionados ao fenômeno cor. Conceituação, dimensões e classificações das cores. Cor enquanto expressão, linguagem e informação. Processos criativos imagéticos no âmbito das experimentações e das investigações cromáticas. E - ME
E - DO
Tópicos Especiais: Projetos em escultura contemporânea Esta disciplina visa ao aprofundamento de questões conceituais envolvidas nos projetos de produção e pesquisa em escultura contemporânea, a partir da análise de suas tendências principais. Estuda o processo de criação, bem como discute os referenciais teóricos da área. E - ME
E - DO
Tópicos Especiais: Projeto: criatividade e método Estudo da criação, desenvolvimento, representação, simulação e comunicação a partir dos artefatos culturais, estéticos, artísticos e tecnológicos e das ações cognitivas que permitam compreender o universo do pensamento visual no processo de projeto. E - ME
E - DO

2 - Multimeios e Arte

Disciplina Ementa e bibliografia Categoria / curso
Estudos Visuais – Teorias da Imagem Estudos da imagem como campo de pesquisa transdisciplinar, na qual se abordam o pensamento e a experiência poética, a questão da representação e da materialização de sentidos. Análise das teorias da imagem em suas relações estéticas, críticas, historiográficas e semióticas, problematizando suas relações no campo das artes visuais, incluindo-se aqui as mais diversas modalidades de expressão. O - ME
O - DO
Arte e tecnologia Discussão sobre o processo histórico da relação entre arte/tecnologia e as novas linguagens, considerando a importância da tecnologia no processo criativo. Análise da criação artística mediada por tecnologias, demonstrando os processos envolvidos em sua criação e discutindo as linguagens e procedimentos envolvidos em sua realização. E - ME
E - DO
Tópicos Especiais: Fotografia: hibridismos e Intertextualidade Reflexão sobre a produção audiovisual na qual o fotográfico é característica fundante da criação e da narrativa. Análise histórica dos movimentos artísticos das vanguardas modernas do século XX, da produção artística contemporânea, incluindo-se aqui o cinema, a literatura, história em quadrinhos (Roman Photo), e da produção disponibilizada na WEB em suas relações de hibridismos e intertextualidades com o fotográfico. E - ME
E - DO
Tópicos Especiais: Modernidade, Vanguarda e Imagem Reflexão sobre a modernidade tendo em vista sua historicidade e seus embates com as tradições artísticas, políticas e sociais. Discussão sobre as relações entre vanguarda e imagem e seu estreito vínculo com a arte moderna e contemporânea, as singularidades nas realizações em artes visuais, cinema, vídeo e televisão e os procedimentos recorrentes de aproximações entre esses territórios. E - ME
E - DO

3 - Fundamentos Teóricos

Disciplina Ementa e bibliografia Categoria / curso
Teorias das Artes Estudo crítico das diferentes abordagens teóricas e metodológicas no campo da história da arte e da estética buscando aprofundar as questões conceituais envolvidas na pesquisa em artes. Reflexão sobre o fazer artístico, problematizando-se sua inscrição na contemporaneidade. A arte como fenômeno social: cultura e produção de sentido. A materialidade do discurso artístico. O - ME
O - DO
Análise crítica e histórica das artes e do objeto artístico Discussão das diversas abordagens de análise de obras de arte e de seu processo de legitimação e institucionalização. Exercício do olhar e da escrita, através da análise sistemática de obras de arte e da discussão historiográfica. Estudo de textos de época e revisões críticas da atualidade. E - ME
E - DO
Conexões entre história, teoria e crítica da arte Discussão das conexões existentes entre o exercício da crítica e a escrita da história da arte, tanto no âmbito brasileiro quanto internacional. Reflexão sobre as modificações ocorridas em relação à noção de obra de arte e aos critérios de julgamento artístico, por meio da análise de obras específicas e de textos de críticos, teóricos e historiadores interessados no tema. E - ME
E - DO
Fundamentos históricos e metodológicos do ensino de Artes Visuais Discussão de textos clássicos de estudiosos do desenvolvimento do desenho na criança e no adolescente. Estudo do interesse de movimentos da arte moderno pela produção plástica infantil. Análise das repercussões das concepções historicamente constituídas da produção artística da criança e do adolescente nas metodologias de ensino de arte no Brasil. E - ME
E - DO
Tópicos Especiais: Arte Pública: questões contemporâneas Reflexão sobre os paradigmas da arte pública no Brasil e no exterior:  arte no espaço público, arte como espaço público e arte no interesse  público. Problematização das relações entre as esferas política e  estética na arte pública contemporânea. Análise dos vetores físicos e  discursivos da interação da cidade como campo ampliado da arte. E - ME
E - DO
Tópicos Especiais: Fundamentos para uma educação estética O conhecimento inteligível e o saber sensível e suas formas de representação: o lógico-conceitual e o estético. Ciência, filosofia e arte: o conhecimento genérico e o saber concreto. Estesia, estética e a corporeidade humana. Crítica da sociedade contemporânea em termos de sua valorização do inteligível e do pragmático em detrimento do sensível e do utópico. A arte como um dos instrumentos para uma educação estética. E - ME
E - DO
Tópicos Especiais: Patrimônio Cultural: fundamentos e referências A disciplina objetiva a formação de uma visão de conjunto da atualidade da preservação, salvaguarda, conservação e restauro de bens culturais materiais e imateriais, especialmente nas artes e arquitetura.  Aborda conceitos e operações e enfatiza a vocação interdisciplinar da área. Referencia-se em sua historicidade, objetivando um quadro de conjunto da atualidade da questão das intervenções em bens patrimoniais, especialmente em casos brasileiros, comparando-os com referências internacionais. E - ME
E - DO
Tópicos Especiais: Trânsitos entre a criação e a história da arte Discussão das relações existentes entre a atividade artística e a escrita da história da arte. Análise das grandes correntes teóricas que balizaram a produção artística em diferentes momentos históricos e das novas leituras do fenômeno artístico. Estudo dos mais diversos escritos (diários, cartas, ensaios e textos publicados em periódicos e livros) de autoria de artistas visuais. Os arquivos dos artistas e as investigações de ordem conceitual, contextual e histórica sobre a arte. E - ME
E - DO

Disciplinas de Atividades Orientadas

Estas disciplinas valem 3 créditos cada, são obrigatórias e correspondem às atividades específicas de orientação.
As Atividades Orientadas I e II são exclusivas do Mestrado.
As Atividades Orientadas III, IV e V são exclusivas do Doutorado.
 
Ementa

Atividades especialmente estabelecidas pelo orientador a cada semestre para cumprimento individual do aluno, vinculadas à elaboração da dissertação ou da tese. Estas disciplinas não pressupõem atividades presenciais, em sala de aula.