Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

FÓRUM POÉTICAS E POLÍTICAS DAS ARTES DA CENA

maio 14 @ 16:00 - maio 22 @ 19:00

Atenção!!!

INFORME SOBRE O FÓRUM POÉTICAS E POLÍTICAS DAS ARTES DA CENA

As atividades dos dias 14 e 16/5 estão mantidas, sendo alterada apenas a do dia 15/5, em razão da paralisação.

Partilha poética, com a Cia Fragmento de Dança e Vanessa Macedo

Atividade do dia 15/5 alterada para 22/5, das 16h às 19h, sala AD 01

FÓRUM POÉTICAS E POLÍTICAS DAS ARTES DA CENA

De 14 a 16 de maio, das 16 às 19h

Local:PAVIARTES

Aberto à toda comunidade Universitária

 

Dia 14/5, terça-feira – sala AC 03

Corpos em zonas de conflito – Quando a arte atravessa o conflito e inventa um território de convívio

Com Com Julio Dojcsar

Através da apresentação de dois episódios da série “Enquadro 5×5”, do coletivo casadalapa, sendo “Era uma vez agora” realizado no território da Luz denominado Cracolândia, em São Paulo, e “Daqui pra frente não tem pra trás” realizado às margens do Rio Tiete, o encontro propõe discutir o processo criativo do coletivo, as estratégias e objetivos que estão colocadas nestas intervenções urbanas e o seu vídeo registro.

O discurso subjetivo pela opção do lugar. A construção da obra de arte aberta com a comunidade. A criação coletiva. A relação da arte urbana desproibindo a cidade.

 

Dia 15/5, quarta-feira – sala AD 01 (Mudança de DATA)

Atividade do dia 15/5 alterada para 22/5, das 16h às 19h, sala AD 01

Partilha poética

Com a Cia Fragmento de Dança: Chico Rosa, Diego Hazan, Leticia Mantovani, Maitê Molnar, Vanessa Macedo e Vinicius Francês.

Encontro que propõe compartilhar a investigação poética, estética e dramatúrgica da Cia Fragmento de Dança – companhia paulistana fundada em 2002 por Vanessa Macedo – por meio de apresentações de trechos coreográficos e bate papo sobre as experiências que envolvem a trajetória e os processos criativos do grupo.

 

Dia 16/5, quinta feira – sala AC 03

Cultura e educação em tempos de precarização e censura

Com Elisabete Finger, Júlio Dojcsar e Liliana Segnini

 

Mediação Vanessa Macedo

Mesa que se propõe a debater a cultura e a educação no nosso cenário político atual, refletindo sobre como os processos de subjetivação e liberdade de expressão têm sido afetados. O que resulta do silenciamento de saberes e de modos de existir? Quais os desafios da arte nesse cenário? Como o Estado tem atuado nos processos de criação, disseminação e fruição das artes e quais os modos de sustentabilidade desses processos?

 

Minibio dos participantes:

Elisabete Finger

Coreógrafa e performer, transita entre os campos da dança, performance e artes visuais. Fez parte da Formação Essais no CNDC d’Angers (FR) e do Programa MA SODA – Solo/Dance/Authorship, HZT/UdK (Berlim – AL). Desenvolve trabalhos que perseguem uma ‘lógica de sensações’ e se ocupam de um ‘erotismo da matéria’: um corpo-matéria que se funde, colide, atravessa outras matérias. Atualmente vive em São Paulo.

Júlio Dojcsar

Grafiteiro e cenógrafo. Desenvolve seu trabalho com base em intervenções urbanas e seus desdobramentos em outras mídias (teatro, vídeo e instalações), buscando provocar o público a responsabilizar-se com a obra de arte, evidenciando questões sobre a apropriação do que é público. Integrante do coletivo casadalapa e da frente 3 de fevereiro.Atualmente está como professor visitante do departamento de Artes Cênicas.

Liliana Segnini

Doutora em sociologia. Docente credenciada na UNICAMP em dois programas de pós-graduação (Educação e IFCH) Coordenadora do projeto temático FAPESP “Formação e Trabalho no campo da Cultura: professores, músicos e bailarinos” (2003/2007) Pesquisadora Associada – Centre de Recherches Sociologiques et Politiques de Paris (CRESPPA, UMR 7217), equipe Genre Travail Mobilités (GTM). Membro do Reseau Genre et Migrations, França. Membro da rede Remir – Trabalho. Temas de pesquisa: trabalho artístico e indústria cultural (desde 2003 até o presente); relações de gênero, desemprego, trabalho precário, divisão internacional do trabalho, mundialização, mercado de trabalho, migrações e reforma trabalhista. Pesquisadora CNPq 1 B. Projeto em desenvolvimento (2019/2022): Migrações internacionais e reforma trabalhista – Implicações para o trabalho artístico numa perspectiva comparativa internacional.

Vanessa Macedo

Diretora da Cia Fragmento de Dança de São Paulo – SP e uma das gestoras do Kasulo espaço de cultura e arte, desenvolve pesquisa sobre dramaturgia em dança e autodepoimento nas artes, investigando especialmente o universo feminino. Bacharel em direito pela UFRN, mestra em artes pela Unicamp, doutora em Artes cênicas pela ECA – USP e, atualmente, professora visitante do curso de graduação em dança da UNICAMP. Participa do “Movimento a Dança se Move” e desenvolve estudos na área das políticas culturais.

A atividade faz parte do projeto “Poéticas e Políticas das Artes da Cena na atualidade”, contemplado pelo Edital 16 do programa “Professor Especialista Visitante em Graduação” da Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Estadual de Campinas.

 

Coordenação do Curso de Dança: Marisa Lambert e Ana Maria Rodriguez Costas

Chefia de Departamento: Larissa Turtelli

Apoio de produção: Carol Gasquez

Detalhes

Início:
maio 14 @ 16:00
Final:
maio 22 @ 19:00
Categorias de Evento:
, ,
Website:
https://www.facebook.com/events/823837211325273/?notif_t=plan_user_joined¬if_id=1556812890096873

Local

Paviartes
Rua Pitágoras, 500
Campinas, São Paulo 13083-857 Brazil
+ Google Map
Telefone:
(19) 3521-2438