retorna à página inicial

volta à página Criação dos Departamentos

DEPARTAMENTO DE MÚSICA:

·        Informação, 10.08.1970 – do Presidente Interino da Comissão de Planejamento (COPLAN), Prof. Dr. Friedrich Gustav Brieger,
relata um encontro que aconteceu em 05.08.1970 e no qual estiveram presentes o próprio Brieger, o Prof. Dr. Rogério Cezar de
Cerqueira Leite
e o Maestro Prof. Hans Joachim Koellreutter, para tratarem de assuntos relacionados ao Departamento de Música que
se pretendia implantar na Universidade Estadual de Campinas (UEC).  Processo 2013/70, fl.19.

·        Ofício CGI 355/70, 13.08.1970 – do Coordenador Geral dos Institutos, Prof. Dr. Brieger, ao Maestro Prof. Koellreutter,
informando-lhe que foi estabelecido um esquema de ação para implantação do Departamento de Música em três etapas, além de convidá-lo
para ministrar um Curso de Composição na UEC e de comunicá-lo sobre a possibilidade dele vir a ser diretor de tal departamento.
  Processo 2013/70, fls.25-26.

·        Carta, 06.09.1970 – do Maestro Prof. Koellreutter ao Coordenador Geral dos Institutos, Prof. Dr. Brieger, aceitando o convite para
continuar colaborando com a UEC nos assuntos relacionados à organização e estruturação do futuro Departamento de Música.  Processo
2013/70,
fl.27.

·        Projeto de um Departamento de Música para a UEC, elaborado pelo Maestro Prof. Koellreutter e enviado ao Prof. Dr. Brieger em
06.09.1970.  Processo 2013/70, fls.28-30.

·        Carta, 09.09.1970 – do Maestro Prof. Koellreutter ao Arquiteto João Carlos Bross, enviando uma relação provisória das salas e
divisões que ele considerava necessárias para o Departamento de Música que estava sendo planejado.  Processo 2013/70, fls.31-32.

·        Ofício CGI 403/70, 15.09.1970 - do Presidente Interino da COPLAN e Coordenador Geral dos Institutos, Prof. Dr. Brieger, ao Prof.
Natan Schwartzman
, informando-lhe sobre a implantação de um Departamento de Música na UEC e convidando-o para colaborar na
organização de um conjunto de instrumentos e na organização de concertos.  Processo 2013/70, fls.35-36.

·        Ofício CGI 404/70, 15.09.1970 - do Presidente Interino da COPLAN e Coordenador Geral dos Institutos, Prof. Dr. Brieger, ao
Maestro Prof. Benito Juarez de Souza, informando-lhe sobre o término da fase de estudos preliminares do planejamento de implantação
do Departamento de Música e convidando-o para organizar um coro universitário.  Processo 2013/70, fls.33-34.

·        Programação do início da implantação do Departamento de Música do futuro Instituto de Artes da UEC.  Processo 2013/70, fls.44-45.

·        Ofício 07/71, 19.01.1971 – do Presidente Interino da COPLAN, Prof. Dr. Brieger, ao Magnífico Reitor da UEC, Prof. Dr. Zeferino Vaz,
informando-lhe a respeito da implantação das atividades artístico-culturais para o 1º semestre de 1971 na UEC.  Processo 2013/70, fls.54-55.

·        Ofício 11/71, 20.01.1971 - do Presidente Interino da COPLAN, Prof. Dr. Brieger, ao Maestro Prof. Koellreutter, informando-lhe que o
Departamento de Música ocuparia algumas salas do Prédio Bento Quirino, no centro da cidade, provisoriamente.  Processo 2013/70, fl.57.

·        Ofício 363/71, 12.02.1971 – do Presidente Interino da COPLAN, Prof. Dr. Brieger, ao Magnífico Reitor da UEC, Prof. Dr. Zeferino
Vaz, informando-lhe a respeito do novo cronograma de atividades artístico-culturais para o 1º semestre de 1971 na UEC, elaborado pelos
professores Benito Juarez e Natan Schwartzman.  Processo 2013/70, fl.64.

·        Ofício 122/71, 26.05.1971 - do Presidente Interino da COPLAN, Prof. Dr. Brieger, ao Magnífico Reitor da UEC, Prof. Dr. Zeferino Vaz,
submetendo-lhe um relatório sobre os primeiros passos tomados visando a implantação do Departamento de Música.  Processo 2013/70,
fls.70-74.

·        Ofício 127/71, 02.06.1971 – do Presidente Interino da COPLAN, Prof. Dr. Brieger, ao Magnífico Reitor da UEC, Prof. Dr. Zeferino Vaz,
informando-lhe a respeito da implantação das atividades artístico-culturais para o 2º semestre de 1971 e para o ano de 1972, na UEC.
  Processo 2013/70, fls.76-77.

·        Informação SG 291/71, 22.06.1971 – em sessão de 15.06.1971 o Conselho Diretor aprovou a realização do Curso de Extensão
Universitária de Música
, que seria ministrado pelo Maestro Prof. Koellreutter.  Processo 2013/70, fl.78.

·        Relação de alunos que freqüentaram e receberam certificados do Curso de Extensão Universitária de Música, realizado no período
de 24.06 a 01.07.1971, ministrado pelo professores Hans Joachim Koellreutter e Margarita Schack-Koellreutter.  Processo 2013/70,
fls.79-85.

·        Modelos dos certificados do Curso de Extensão Universitária de Música, ministrado pelo professores Hans Joachim Koellreutter
e Margarita Schack-Koellreutter no período de 24.06 a 01.07.1971.  Processo 2013/70, fls.86-87.

·        Ofício 166/71, 18.08.1971 - do Presidente Interino da COPLAN, Prof. Dr. Brieger, ao Magnífico Reitor da UEC, Prof. Dr.
Zeferino Vaz, propondo um grupo de trabalho (formado pelos professores Friedrich Gustav Brieger, Marcelo Damy de Souza Santos
,
José Aristodemo Pinotti e Rogério Cezar de Cerqueira Leite) para a implantação do Departamento de Música como primeiro núcleo
do Instituto de Artes e enviando um relatório com sugestões para a implantação de tal departamentoProcesso 2013/70, fls.112-120.

·        Portaria GR 102/71, 30.08.1971 – do Reitor da UEC, Prof. Dr. Zeferino Vaz, designando os professores Rogério Cezar de Cerqueira
Leite, Friedrich Gustav Brieger, Marcelo Damy de Souza Santos e José Aristodemo Pinotti, para, sob coordenação do primeiro,
instituírem uma comissão incumbida de organizar, planejar e incrementar as atividades musicais na UEC.  Processo 2013/70, fl.123.

·        Ofício 07/71, 19.10.1971 – do Coordenador do Departamento de Música, Prof. Dr. Rogério Cezar de Cerqueira Leite, ao
Magnífico Reitor da UEC, Prof. Dr. Zeferino Vaz, sugerindo a implantação de atividades de Musicologia com formação profissional no
referido Departamento e indicando o Prof. Gerard Behague, da Universidade de Illinois/EUA/ para desenvolver tais atividades.  Processo
2013/70,
fls.127-132.

·        Ofício 132/73, 07.05.1973 – do Coordenador do Instituto de Artes, Prof. Dr. Rogério Cezar de Cerqueira Leite, ao Magnífico Reitor
da UEC, Prof. Dr. Zeferino Vaz, encaminhando o ante-projeto do Departamento de Música da Universidade Estadual de Campinas,
elaborado pelo Prof. Levy D. CozzellaProcesso 4977/73, juntado ao Processo 2013/70, fls.145-149.

·        Parecer CE 553/73, 11.12.1973 – da Comissão de Ensino, favorável à constituição de uma comissão para elaborar o ante-projeto de
um Curso de Música e uma proposta de estruturação para o Departamento de Música. Foram sugeridos os nomes dos professores Rogério
Cezar de Cerqueira Leite, Benito Juarez, Levy D. Cozzella, Leopold Hartman, Natan Schwartzman e Rubens G. Lintz
, sob a presidência do primeiro.
  Processo 4977/73, juntado ao Processo 2013/70, fl.151.

·        Ofício 02/74, 10.01.1974 - do Coordenador do Instituto de Artes, Prof. Dr. Rogério Cezar de Cerqueira Leite, ao Magnífico Reitor da UEC,
Prof. Dr. Zeferino Vaz, solicitando permissão para a execução do ante-projeto arquitetônico do Departamento de Artes, que seria o primeiro
prédio do futuro Instituto de Artes.  Processo 214/74, fl.02.

·        “Esboço e sugestões para o projeto do prédio do Departamento de Música da UEC” (sem o nome do responsável pelo esboço e pelo projeto).
  Processo 214/74, fls.03-07.

·        Carta, 06.03.1974 – do Arquiteto João Carlos Bross ao Coordenador do Instituto de Artes, Prof. Dr. Rogério Cezar de Cerqueira Leite,
informando que recebeu o “Esboço e sugestões para o projeto do prédio do Departamento de Música da UEC” e apresentando algumas
considerações sobre tal projeto.  Processo 214/74, fls.11-13.

·        Carta, 13.05.1974 - do Arquiteto João Carlos Bross ao Engenheiro João Carlos Lopes da Silva, do Escritório Técnico de Construção
e Obras da Unicamp (ESTEC), encaminhando o Estudo Preliminar arquitetônico do edifício do Departamento de Música e solicitando que o
mesmo fosse repassado ao Coordenador do Instituto de Artes, Prof. Rogério Cezar de Cerqueira Leite para apreciação e parecer.  Processo
214/74,
fls.19-27.

·        Carta, 05.08.1974 - do Arquiteto João Carlos Bross ao Engenheiro João Carlos Lopes da Silva, do Escritório Técnico de Construção
e Obras da Unicamp (ESTEC), encaminhando o novo Estudo Preliminar para o Departamento de Música, uma vez que no primeiro estudo
elaborado foram apresentadas algumas modificações pelo Prof. Rogério Cezar de Cerqueira Leite.  Processo 214/74, fls.30-37.

·        Ordem de Serviço 52/74, 03.12.1974 – do Escritório Técnico de Construção e Obras da Unicamp (ESTEC), para execução dos projetos
arquitetônicos
do edifício do Departamento de Música.  Processo 214/74, fl.57.

·        Carta, 10.11.1976 – do Arquiteto Arnaldo Villares de Oliveira a Paulo Gomes Romeo, encaminhando a alteração solicitada em relação
ao projeto arquitetônico do Departamento de Música (projeto substitutivo), no sentido de tornar a obra mais econômica.  Processo 214/74,
fls.137-146.

·        Ofício DM/IA 09/96, 05.02.1996 – do Chefe do Departamento de Música, Prof. Benito Juarez, à Diretora do Instituto de Artes, Profa.
Dra. Regina Polo Mülle
r, solicitando abertura do processo de “Implantação do Departamento de Música do Instituto de Artes”, aprovado pelo
Conselho Departamental em reunião de 05.02.1996.  Processo 2055/96, fl.02.

·        Parecer 02/96, 13.02.1996 – da Congregação do Instituto de Artes, em sua 66ª Reunião Ordinária realizada em 12.02.1996, aprovando
a implantação definitiva do Departamento de Música.  Processo 2055/96, fl.85.

·        Ofício IA 37/96, 13.02.1996 – da Diretora do Instituto de Artes, Profa. Dra. Regina Polo Müller, ao Magnífico Reitor da Unicamp, Prof
. Dr. José Martins Filho, encaminhando documentos pertinentes à implantação definitiva do Departamento de Música.  Processo 2055/96, fl.86.

·        Deliberação CONSU 73/96, 01.04.1996 – do Conselho Universitário, em sua 46ª Sessão Ordinária realizada em 26.03.1996, aprovando
a implantação do Departamento de Música do Instituto de Artes
Processo 2055/96, fl.88.

GRADUAÇÃO:

1.      Bacharelado em Música -

A)  Modalidades em Composição e Regência e Instrumento:

·        Informação SG-I 1395/78, 27.12.1978 – do Conselho Diretor, em Sessão realizada em 19.12.19878, aprovando os Pareceres SG 2318/78
e 2319/78
, exarados respectivamente pela Câmara Curricular e Coordenadoria Geral da Universidade, favoráveis à implantação do curso de
Bacharelado em Música – modalidades em Composição e Regência, que seria oferecido a partir do ano letivo de 1979.  Processo 361/83, fl.12.,
volume I

·        Relação dos candidatos aprovados no 1º Concurso Vestibular para os cursos de graduação em Composição e Regência do Departamento de
Música do IA, s.d.  Processo 361/83, fls.112-113, volume I.

·        Informação SG-I 1102/82, 21.12.1982 - do Conselho Diretor, em Sessão realizada em 21.12.1982, aprovando o funcionamento da
modalidade Instrumento do curso de Bacharelado em Música a partir do ano de 1983.  Processo 361/83, fl.352, volume II.

·        Ofício SG/2 - 281/82, 28.12.1982 – do Magnífico Reitor da Unicamp, Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti, ao Presidente do Conselho
Estadualde Educação, Prof. Dr. Moacyr Expedito Marret Vaz Guimarães, encaminhando a documentação para o reconhecimento do curso de
Bacharelado em Música – modalidades em Composição e Regência e Instrumento, ministrado pelo Instituto de Artes.  Processo 361/83
,
fl.04, volume I.

·        Ofício GP 308/84, 20.03.1984 – do Presidente do Conselho Estadual de Educação, Prof. Dr. Célio Benevides de Carvalho, ao Magnífico
Reitor da Unicamp, Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti, encaminhando cópia do Parecer CEE 349/84, aprovado em 14.03.1984, favorável ao
reconhecimento do curso de Bacharelado em Música – modalidades Composição e Regência e Instrumento.  Processo 361/83, fl.362, volume II.

·        Parecer CEE 349/84, 14.03.1984 (publicado no D.O.E de 17.03.1984) – do Conselho Estadual de Educação, favorável ao reconhecimento
do curso de Bacharelado em Música – modalidades Composição e Regência e Instrumento.  Processo 361/83, fl.370, volume II.

·        Portaria MEC 196/84, 07.05.1984 (publicada no D.O.U de 10.05.1984) – do Ministério de Educação e Cultura, concedendo reconhecimento
ao curso de Bacharelado em Música – modalidades Composição e Regência e Instrumento
Processo 361/83, fl.372, volume II.

B)  Modalidade em Música Popular:

Primeiro do gênero no Brasil, o curso de Música Popular da Unicamp é hoje uma referência na área. Desde 1989, ano de ingresso de sua primeira
turma, seus alunos vêm ocupando posições de destaque no cenário musical brasileiro. O curso forma profissionais aptos a atuarem no mercado
de música popular em suas mais diversas especialidades: instrumentistas, arranjadores, produtores musicais, pesquisadores e educadores.

·        Deliberação CONSU-A 13/88, 08.07.1988 – do Conselho Universitário, criando a Habilitação em Música Popular, no curso de
graduação em Música, junto ao Instituto de Artes.  http://www.unicamp.br/pg