Turma MS107 - Tópicos Especiais em Práticas Interpretativas - Turma A

Nome

Tópicos Especiais em Práticas Interpretativas

Subtítulo

Instrumentos de cordas sua história e literatura

Cód. Disciplina - Turma

MS107 - A



5 DM

Sim

Quinta-feira das 09 às 12

Dados da disciplina


MS107 - Tópicos Especiais em Práticas Interpretativas

Música

Pós-graduação

3

45

0

0

0

0

Docentes

Emerson Luiz De Biaggi

Adonhiran Bernard de Almeida Reis

Professor convidado

Marcus Held

Critério de Avaliação

Avaliação dos seminários, trabalhos e participação em aulas

Bibliografia

AUER, Leopold. Violin Playing as I teach it. New York: Dover Publications, 1980.

BAILLOT, Pierre. L’Art du violon: nouvelle méthode. Paris: Dépôt central de la musique, 1834.

BÉRIOT, Charles-Auguste de. Méthode de Violon. Paris: Schott, 1858.

BOYDEN, David. The history of violin playing from its origins to 1761 and its relationship to the violin and violin music. London: Oxford University Press, 1965.

 

BROWN, Clive. The decline of the 19th-century German school of violin playing. [S. l.: s. n.], 2013. Disponível em: http://mhm.hud.ac.uk/chase/article/the-decline-of-the-19th-century-german-school-of-violin-playing-clive-brown

 

BROWN, Clive. Classical & Romantic performing practice 1750 – 1900. Oxford: Oxford University Press, 2002.

CAPET, Lucien. La Technique Supérieure de l’Archet. Paris: Maurice Sénart, 1916.

FISCHER, Simon. The violin lesson. A manual for teaching and self-teaching the violin. Leipzig: Edition Peters, 2013.

FLESCH, Carl. The Art of Violin Playing. Book One. Tradução de Eric Rosenblith. New York: Carl Fisher, 2000.

JOACHIM, Joaquim; MOSER, Andreas. Violinschule in 3 bänden. Berlim: N. Simrock, 1905.

GALAMIAN, Ivan. Enseignement et technique du violon. Tradução de Gérard Mannoni. Paris: Éditions Van de Velde, 1993.

GEMINIANI, Francesco. The Art of Playing the Violin. 1751.

HARNONCOURT, Nikolaus. Le dialogue musical: Monteverdi, Bach et Mozart. Tradução de Dennis Collins. Paris: Éditions Gallimard, 1985.

____________. O discurso dos sons: caminhos para uma nova compreensão musical. Tradução de Marcelo Fagerlande. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1998.

MARTENS, Frederick. Violin Mastery. New York: Dover Publications, 2006. MOZART, Leopold; A treatise on the Fundamental Principles of Violin Playing.Tradução: Editha Knocker. New York: Oxford University Press, 1948.

SANTOS, Luis Otávio, “A chave do artesão”: um olhar sobre o paradoxo da relação mestre/aprendiz e o ensino metodizado do violino barroco. Tese (Doutorado em Música) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

 

SILVELA, Zdenko. A New History of Violin Playing: The Vibrato and Lambert Massart’s Revolutionary Discovery. Irvine: Universal, 2001.

SPOHR, Louis. École ou méthode pour le violon à l’aide du teneur. Traduzido por Mr. Heller. Paris: Richault Éditeur, 1840.

Conteúdo

Esta disciplina tem como objetivo analisar a trajetória da performance do violino e da viola desde seu estabelecimento no século XVI até os dias de hoje, com especial enfoque nos principais autores representativos de cada período histórico.

Metodologia

Aulas expositivas feitas pelos docentes e apresentação de trabalhos individuais ou em grupo feitas pelos discentes

Observação